Por: OCP Online | 1 semana atrás

O Samae de Jaraguá do Sul iniciou na semana passada obra de enrocamento na margem do Rio Itapocu, atrás da obra da nova ETA Central. O trabalho abrangerá a extensão de 132 metros de comprimento no Rio Itapocu, em uma área de 2370 m².

De acordo com Roberto Pacheco, Engenheiro responsável pela obra, Coordenador de Fiscalização Técnica e Coordenador de Planejamento e Projetos “esta ação tem objetivo de estabilizar e fixar a margem direita do rio para ampliação da Estação de Tratamento de Águas do Samae. Devido às infraestruturas executadas nas margens do Itapocu, bem como a captação a ser realizada neste, é fundamental que as margens estejam estabilizadas e fixadas para garantir o funcionamento da ETA”.

O diretor presidente do Samae de Jaraguá do Sul ressalta que o “enrocamento visa proteger as margens mantendo a seção do curso d’água estável e dentro dos limites estabelecidos para sua utilização”. Vários fatores afetam a estabilidade da margem no local, a exemplo de cheias, a acelerada urbanização próxima às margens dos cursos d’água e o desmatamento das áreas de proteção (mata ciliar).

Segundo Izidoro, “para este imóvel optou-se pela construção de enrocamento, um dispositivo amortecedor que consiste em revestimento de taludes com pedras e objetiva a proteção de aterros, encostas e margens de rios dos efeitos da erosão”. O investimento total do enrocamento é de aproximadamente R$ 350 mil e o prazo de execução é 120 dias. “Estamos trabalhando para concluir esta obra em aproximadamente 50 dias”, informou Roberto Pacheco.

Prazo de execução da obra é 120 dias | Foto Samae/Divulgação OCP

*Com informações da assessoria de imprensa