Por: Verônica Lemus | 14/02/2018

Os vereadores de Jaraguá do Sul aprovaram nesta terça-feira (13), por unanimidade, o projeto de lei do governo que abre crédito de R$ 355 mil no orçamento da Secretaria de Planejamento e Urbanismo para a aquisição de 15 câmeras e atualização do sistema de monitoramento da Polícia Militar. Os equipamentos serão instalados em prédios públicos e vias do município para a segurança pública. As câmeras não farão registro de infrações.

Quer receber as notícias do OCP Online pelo whatsApp? Basta clicar aqui

Conforme o diretor de Decisões Administrativas da Prefeitura, João Berti, dez câmeras serão instaladas em prédios públicos e em vias de rota de fuga. As outras cinco vão para a reposição de equipamentos antigos, já retirados de uso. Entre os imóveis que receberão o equipamento estão o Ginásio Artur Müller, Arena Jaraguá, rodoviária, o Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU), Centro Esportivo Municipal Murillo Barreto de Azevedo, entre outros.

Duas câmeras serão instaladas na Escola Ribeirão Molha, no bairro Rio Molha, e em uma via próxima à empresa Choco Leite, no bairro Rio Cerro 2. O diretor explica que os locais são conhecidos por serem utilizados como rota de fuga às cidades de Massaranduba e Pomerode e ainda não contavam com monitoramento, que será feito pela Polícia Militar.

O chefe do setor de comunicação do 14º BPM, major Aires Volnei Pilonetto, acrescenta que os pontos onde serão instaladas as câmeras são considerados estratégicos no ponto de vista da segurança pública, havendo inclusive demanda entre a população. O major também esclarece que os recursos serão investidos na atualização do sistema de videomonitoramento como um todo, passando pela compra das câmeras, reconfiguração do servidor, substituição de aparelhos velhos, como monitores, entre outras melhorias.

Conforme Pilonetto, o sistema de videomonitoramento instalado em Jaraguá do Sul originalmente continha 20 câmeras e ainda havia capacidade de extensão para mais equipamentos. Com 60 câmeras atualmente, o major explica que essa capacidade já foi superada, sendo, portanto, necessária a atualização do sistema.

Os recursos para o investimento são provenientes do convênio entre Secretaria de Segurança Pública (SSP)/Polícia Militar e a Prefeitura de Jaraguá do Sul. As câmeras serão compradas pelo Estado, a partir de uma licitação já feita pela SSP – na modalidade registro de preços.

Segundo o diretor da Prefeitura, o orçamento da SSP é de R$ 8,3 mil por câmera, enquanto que o orçamento feito pelo Município apontou o valor de R$ 14 mil. Berti reforça ainda que as novas câmeras não serão utilizadas para registro de infrações, ou seja, não gerarão multas, sendo voltadas à segurança da população e também do patrimônio público.