Por: Kamila Schneider | 1 semana atrás

Mantendo o cenário positivo observado nos últimos meses, a balança comercial de Jaraguá do Sul registrou crescimento de 12,6% em novembro, na comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os números divulgados na tarde de quarta-feira (6) pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), o município fechou o mês de novembro com superávit de US$ 23,7 milhões, um incremento de US$ 2,6 milhões frente ao mesmo mês de 2017. Trata-se do quinto mês consecutivo de avanços no comércio internacional em Jaraguá do Sul.

Durante o mês de novembro, as exportações realizadas pelo município cresceram 11,3%. Foram US$ 47 milhões em produtos enviados para o exterior em novembro deste ano, contra US$ 42,2 no mesmo mês do ano passado. A venda de motores e geradores elétricos (principais produtos exportados pelo município) avançou 20,2% em novembro, na comparação com o ano passado, somando US$ 33,4 milhões.

De acordo com os números, este ano a comercialização de motores e geradores elétricos já soma US$ 371,9 milhões em Jaraguá do Sul, US$ 69 milhões a mais do que em 2017. Atualmente, os produtos representam quase 70% dos itens exportados pela indústria local.
Ao mesmo tempo, o volume de importações aumentou 10,1%, alcançando um montante de US$ 23,2 milhões. Em novembro do ano passado, a importações haviam ficado em US$ 21,1 milhões. Segundo especialistas, o crescimento das importações é natural em tempos de recuperação econômica e indica que a indústria está investindo mais para ampliar a produção.

As estatísticas mais recentes do IBGE mostram que a produção industrial catarinense cresceu 2,4% em setembro, frente ao ano passado, acumulando alta de 3,6% este ano. Em nível nacional o cenário também é positivo: a indústria apresentou crescimento de 2,6% em setembro, frente a 2016.

Na análise acumulada dos dados, Jaraguá do Sul apresenta superávit comercial de US$ 250,7 milhões entre janeiro e novembro deste ano, apontam os dados do MDIC. Trata-se de um crescimento de 13,4% frente ao mesmo período do ano passado, quando o saldo estava em US$ 220,9 milhões. Em onze meses, a indústria jaraguaense já exportou US$ 538,1 milhões (alta de 16,2%) e importou US$ 287,4 milhões (alta de 18,6%).

Três municípios da microrregião têm déficit comercial em novembro

Três dos quatro municípios da microrregião apresentaram déficit comercial em novembro, de acordo com os dados apresentados pelo MDIC. Para Guaramirim, Massaranduba e Schroeder, as importações superaram as exportações no período. Só Corupá manteve resultado positivo, com superávit de US$ 38,4 mil. Ainda assim, o desempenho do município ficou bem abaixo do observado no ano passado, com redução de 67,8% no saldo da balança. No ano passado, Corupá apresentou superávit de US$ 119,1 mil em novembro.

Em Guaramirim, o resultado observado em novembro foi negativo em US$ 721 mil. O resultado já era esperado, tendo em vista que desde dezembro do ano passado o município apresenta déficit comercial mensalmente. Apesar disso, o déficit de novembro foi o menor dos últimos dez meses graças ao aumento das exportações, que somaram US$ 699,6 mil. Trata-se do segundo melhor desempenho nas exportações este ano, atrás apenas do mês de março, quando as vendas para o exterior somaram US$ 807,9 mil.

Em Schroeder, o saldo foi de déficit comercial de US$ 142,7 mil, repetindo o desempenho comercial de outubro, quando as importações superaram as exportações em US$ 683.335 mil. Este ano a balança do município tem oscilado entre déficits e superávits, sendo que o melhor resultado foi em setembro, com saldo positivo de US$ 292,6 mil.

Já Massaranduba apresentou déficit pela primeira vez em doze meses, com resultado negativo de US$ 30,6 mil. A indústria do município totalizou US$ 172,3 mil em exportações e US$ 203 mil em importações em novembro.

 

LEIA MAIS:

– Balança comercial avança e fecha outubro com superávit de US$ 21 milhões