Por: Carolina Veiga | 4 anos atrás

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve condenação da ex-prefeita Cecília Konell (PSB) por ato de improbidade administrativa, o que a deixa inelegível.

A decisão atende à Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público de Santa catarina. A decisão considera que em 2009 Cecília concedeu gratificação irregular a 27 servidores públicos sem especificar quais seriam as atividades extras deles.

A ex-prefeita foi condenada à restituição integral dos valores pagos irregularmente, que correspondem a 20% do salário de cada servidor beneficiado, e ao pagamento de multa em valor equivalente ao dano causado ao erário.