Por: Rafael Verch | 5 anos atrás

A empresa Canarinho solicitou reajuste de 15% na tarifa do transporte coletivo em Jaraguá do Sul. O pedido foi protocolado ontem na Prefeitura com a tabela de cálculo para justificar o valor. A concessionária pediu 30 dias para um parecer do Executivo. A direção da empresa deve se reunir com o prefeito Dieter Janssen para discutir o pedido. Se for autorizado, o aumento deve ser decretado em abril.

Se o aumento for autorizado, a passagem antecipada subirá de R$ 3,00 para 3,45 e a embarcada de R$ 3,25 para 3,74. Mesmo que a inflação chegue a 7% em abril de 2015, o aumento na passagem ficaria acima do valor inflacionário. “A inflação que temos como oficial é maquiada. A planilha segue padrões e o reajuste é inevitável”, afirmou o diretor da Viação Canarinho, Décio Bogo. Em abril do ano passado, após três anos sem aumento, o reajuste foi de 8% para a tarifa antecipada e de 9% para a embarcada.

A planilha da empresa segue os parâmetros da Geipot (Empresa Brasileiro de Planejamento de Transportes). Os números que compõem o cálculo são: quantidade de passageiros, quilometragem percorrida, custo quilométrico com combustível, peças e custos fixos administrativos.

O diretor de Trânsito e Transportes, Rogério Luiz Kumlehn, afirma que o setor irá analisar tecnicamente a proposta apresentada. “Vamos avaliar quais são as condições para um novo aumento e se ele é viável”, disse. Conforme lembra, o valor arrecadado na tarifa é o único subsídio para bancar os custos do transporte coletivo na cidade. O prefeito Dieter Janssen afirmou que a partir de hoje irá promover a definição de um reajuste justo para a tarifa.

A auxiliar de produção Flávia da Rosa, 28, paga quatro passagens por dia e afirma que só teria condição de pagar dez centavos a mais. “Tudo aumenta e ninguém recebe um salário maior para compensar”, comenta. “Já está muito caro, não poderia aumentar”, diz o operador de fundição Jonas Ferreira, 21.

Novo cronograma do Plano do Transporte e de Mobilidade será apresentado

A empresa Urbtec deverá apresentar na semana que vem o novo cronograma de trabalho para formulação do Plano do Transporte Coletivo e do Plano de Mobilidade Urbana em Jaraguá do Sul. Com contrato assinado em dezembro, a vencedora da licitação ainda não iniciou os levantamentos para compor os estudos.

A justificativa é que no período de férias não foi possível realizar levantamentos de tráfego e movimentação de pessoas na cidade, sendo que nesse tempo é impossível ter uma noção real da utilização do espaço. Pelo contrato assinado, no valor de R$ 398,75 mil, a empresa deverá concluir os trabalhos em outubro de 2015.

A meta da Prefeitura era até agosto deste ano conhecer a empresa que fará a gestão do transporte coletivo a partir do mesmo mês de 2016, quando vence o contrato com a Viação Canarinho. O prazo será confirmado apenas após a apresentação do novo plano de trabalho.

No próximo dia 19, uma comissão do Executivo iniciará reuniões para elaborar o edital de licitação do serviço, enquanto a Urbtec realiza o levantamento e as proposições para o sistema. “Vamos passar as informações que temos, acompanhar a execução dos trabalhos e garantir o andamento do processo”, afirmou o diretor de Trânsito e Transportes, Rogério Luiz Kumlehn.