Por: ocp | 7 anos atrás

“Labirinto de nomes”, de Elyandria Silva, publicado pela Moleskine Editora, tem lançamento marcado para esta quarta-feira à noite, na Biblioteca

O universo é cercado de nomes. Nomes de lugares, de objetos, de pessoas. Se algo ainda não tem nome, nós inventamos um para ele. A curiosidade por esse hábito humano, demasiado humano, inspirou a escritora Elyandria Silva a pensar sobre a essência dos nomes das coisas. A começar pelo próprio registro na carteira de identidade.

O espiral de palavras se formou na cabeça de Elyandria, que escreveu uma crônica sobre o assunto em 2011. Na noite de hoje, ela lança ao público todas as palavras no livro “labirinto de nomes”. Uma obra com 50 crônicas publicadas durante um ano, no jornal O Correio do Povo, em blogs e no Facebook.

Em meio a tantas publicações em lugares diferentes, a autora decidiu reunir os textos em um livro, para registrar as produções e não perdê-las com o tempo. O retorno dos leitores com comentários na Internet também a ajudou perceber que o público gostaria de guardar as crônicas de Elyandria na estante.

A crônica, enquanto gênero literário, permite um texto mais leve, mais claro, com análises sobre o cotidiano, os comportamentos, as relações e reações humanas. “Isso me tornou uma pessoa mais detalhista, mais observadora, porque eu preciso colocar no papel o que os olhos não veem”, revela a autora. No livro, não só os textos são da autora. O amarelo da capa, que remete à alegria e leveza da crônica, as ilustrações e o nome do livro são ideias da própria Elyandria.

Apesar da natureza criativa, o gosto pela escrita brotou aos 30 anos, quando trabalhava como professora de Organização de Empresas, Comunicação Oral e Escrita e Projetos. Hoje ela ministra oficinas de leitura e escrita em várias cidades, o que lhe rende algumas horas de viagens e novas ideias para as crônicas. “Primeiro eu crio todas as cenas na minha cabeça, depois as escrevo à mão. Quando eu sento para escrever no computador, o texto já está completo, faltando apenas alguns ajustes”, explica. No momento, ela está trabalhando em um romance, com previsão de lançamento para o final de 2013.

“Labirinto de nomes” é o terceiro lançamento, sem contar com as participações em coletâneas de poesias e contos. O livro, publicado pela Moleskine Editora, tem 209 páginas, projeto gráfico e diagramação de Beatriz Sasse e será comercializado no lançamento e na livraria Grafipel, por R$ 20.