Por: Rafael Verch | 4 anos atrás

Mais de 173 mil eleitores da região de Jaraguá do Sul irão às urnas no próximo dia cinco de outubro. Faltando pouco mais de dois meses para as eleições, os cartórios eleitorais já iniciaram a convocação dos mesários que vão trabalhar no dia, e também se houver segundo turno.

Para atender à demanda, Jaraguá do Sul possui duas zonas eleitorais (87ª e 17ª), que também abrangem Corupá. De acordo com a chefe do cartório da 87ª Zona Eleitoral, Valana de Azevedo Souza, já foram convocados mais de 70% dos mesários das duas zonas.

Serão 1.444 pessoas para trabalhar nas 308 seções, número maior que a eleição de 2012, com aproximadamente 1.300 convocados. “O número aumenta, pois desta vez são eleições majoritárias e não são feitas muitas agregações de seções”, explica Valana.

A 60ª Zona Eleitoral que atende os municípios de Guaramirim, Massaranduba e Schroeder possui 153 seções, ao todo, e convocará 612 mesários neste ano.
As inscrições para quem quiser ser um voluntário ainda estão abertas e podem ser feitas através do site do Tribunal Regional Eleitoral. Dentre as vantagens de participar, estão o direito a dois dias de folga por dia trabalhado, critério para desempate em concursos públicos (desde que previsto no edital) e horas extracurriculares para estudantes universitários.

Estão proibidos de exercer a função, os candidatos e parentes até o segundo grau, menores de 18 anos, autoridades e agentes policiais, funcionários de cargos de confiança do Executivo e os que pertencerem ao serviço eleitoral.

Os convocados que não puderem comparecer no dia deverão apresentar justificativa, ao juiz eleitoral, em cinco dias após a convocação, mas ainda dependerá da aprovação da justificativa. Em casos de falta sem aviso prévio, o convocado estará sujeito ao pagamento de uma multa, e o valor pode variar de acordo o julgamento.

 

Voto em trânsito apenas para presidente

A possibilidade de votar fora do domicílio eleitoral tem o objetivo de facilitar para quem está com viagem marcada durante o período de eleição. O voto em trânsito habilita o eleitor a exercer o papel de cidadão, mesmo estando longe da seção que está cadastrado. Será possível votar apenas no candidato escolhido para assumir a presidência da República.

Em Santa Catarina, apenas os municípios de Blumenau, Florianópolis e Joinville terão a possibilidade de voto em trânsito, pois são as únicas no Estado que possuem mais de 200 mil eleitores. Para o requerimento, o eleitor deve procurar o cartório mais próximo, munido de documento oficial com foto e o título.

O prazo para a habilitação, alteração ou cancelamento do voto em trânsito se estende até o dia 21 de agosto. Após esta data, não poderão mais ser feitas alterações, e o solicitante deverá votar no local escolhido. O cadastro será permitido apenas àqueles com situação eleitoral devidamente regularizada.