Por: Sergio Almeida | 5 anos atrás

Santa Catarina é privilegiada quando a procura por cachoeiras aumenta no verão. O casamento da busca por lazer e a relação direta com a natureza atrai turistas e moradores da região para as quedas d’água conhecidas no Brasil e no mundo. Dentre as opções, Corupá é o destino mais referenciado. E, no próximo dia 20, a Rota das Cachoeiras reabrirá ao público. O ponto turístico está fechado desde o dia 8 de junho, após as fortes chuvas que atingiram o Vale do Itapocu. Duas pontes e deques de madeira foram destruídos. Diversos locais da trilha que leva às 14 cachoeiras do local tiveram pontos de deslizamentos.

A empresa Mobasa Reflorestamento, que administra a Reserva Particular de Patrimônio Natural Emílio Fiorentino Battistella, gastou R$ 200 mil com a recuperação. As obras ocorrem desde junho. O maior estrago foi na 12ª cachoeira, denominada Surpresa, onde a ponte e um deque foram levados pela água. A reforma da ponte havia sido concluída um dia antes da enchente, com a colocação de uma viga nova e de grades. Na quarta queda, a Pousada do Café, um deque também foi destruído e será recuperado mais tarde. A ponte, apesar de não ter a estrutura destruída, também foi trocada.

Uma novidade para quem sobe a trilha, que pode ser percorrida com segurança durante quatro horas, é a colocação de pedras no caminho. Segundo o diretor executivo da Reserva, Reinaldo Langa, as rochas aumentam a capacidade de carga do solo e garantem a sustentação da trilha para os visitantes. Ele lembra que esse foi o período de maior interdição e que a enchente causou os maiores estragos desde a abertura da reserva, em 1989.

O preço do ingresso para fazer a trilha aumentou. De R$ 10, o valor cobrado passa a ser R$ 15, sem desconto para crianças ou idosos. Os ingressos não estão à venda na portaria da Rota e devem ser adquiridos nos dois pontos de venda: Mercado Fossile e Camping Conrad, próximos ao Rio Novo, onde está o ponto turístico. De novembro até março, o acesso à trilha é aberto até as 15h. Por segurança, banhos nas cachoeiras são proibidos.
“Tivemos um grande esforço para deixar tudo pronto agora para dezembro. A melhor maneira das pessoas usarem e preservarem a reserva é conhecendo-a. O valor é cobrado para a manutenção e garantia de preservação”, destaca o diretor.

A reserva tem no total 1.153,66 hectares de área protegida. A trilha possui 2.950 metros. Agora, a cada 100 metros, há uma placa indicando quantos metros o visitante andou e quantos ainda faltam para chegar à última queda, a Cachoeira Salto Grande com 125 metros. Nos últimos cinco anos, em média 18 mil pessoas por ano estiveram na Rota.

Quem for a partir do dia 20 caminhar pela trilha denominada Passa Águas, continuará precisando de esforço para fazer com que o físico sustente o trajeto. Vestir roupas leves e levar água e comidas leves é essencial. E terá, ao chegar em cada cachoeira, a surpresa de ver mudanças, como pedras e vegetação em lugares diferentes. A sensação de não estar explorando, mas participando da paisagem natural, aumentada a cada trecho.

LFS_3715

 

Boa hora para se refrescar em família

Dia de se refrescar tem que ser em família. E é o que proporciona o Parque Natural Braço Esquerdo. O local, situado no vale formado pelo Rio Cachoeira, fica no bairro Ano Bom, em São Bento do Sul, perto do limite com Corupá. Antes de chegar nas cachoeiras, caverna e áreas de escalada, a parada é o Recanto do Gaudete.

O Recanto é conhecido pela região há mais de 30 anos. Há um ano, Jair Tibes assumiu a administração do local no lugar do sogro e comemora a aceitação do público. “No verão, tem fim de semana que temos 200 pessoas aqui. Todo mundo gosta de ficar longe dos problemas Ye curtir a natureza”, comenta. O espaço, completado por riachos, churrasqueiras e chalés chamam as famílias e os aventureiros, antes e depois das trilhas e escaladas.

Rodolfo Ramvlf, 65, nasceu perto do recanto e é uma das sete famílias que moram ao redor do ponto de recreação. E não troca a região por lugar nenhum. “Aqui tenho sossego, vou ficar até o fim da minha vida”, comenta. O sossego é cercado por árvores como coqueiros, jaguatirão, palmeira real, ingá e outras plantas nativas.

IMG_4148

Aventura para quem quiser encarar

Depois de uma parada no Recanto do Gaudete, é hora de partir para a aventura. Pelo Parque Braço Esquerdo, o explorador pode encontrar 12 quedas d’água. A mais acessível é a Cachoeira Braço Esquerdo, que pode ser contemplada após uma pequena trilha e uma passagem por um portal formado por rochas.

A cachoeira tem 100 metros de altura. A beleza é ainda maior porque ela se divide em vários patamares com quedas d’água. A possibilidade de tomar banho transforma a área numa excelente opção para o verão. E os aventureiros podem ainda fazer cachoeirismo, a descida por cordas com técnicas do rapel.

O Braço Esquerdo é um dos prediletos para quem faz escalada. O setor principal, com mais de 40 vias de subida, atrai aventureiros do Brasil inteiro. Beatriz Moura, 28, Matheus Buschle, 16, e Lucas Lacerda, 27, formam um grupo de amigos que vem de Curitiba quase toda semana para escalar no setor. “Se começa a escalar, ninguém quer parar mais. É muito satisfatório”, diz Beatriz, que do grupo é a que escala há mais tempo, oito anos.

LFS_3795

Rota das Cachoeiras
• Localização: Pela BR-280,
há dois trevos de acesso:
o principal, pela Rua Roberto Seidel, e o secundário, pela Rua Francisco Mess. Os
dois acessos serão direcionados ao bairro Rio Novo. Uma estrada de 14 quilômetros leva à Rota.
• Ingresso: R$ 15
• Reabertura: 20 de dezembro
• Horários: De abril a outubro, até as 14 horas. De novembro
a março, até as 15 horas
• Mais informações:
(47) 3375-2232

Recanto do Gaudete
• Localização: No trevo principal de Corupá, em direção a São Bento do Sul, na BR-280, acessa-se a Rua Roberto Seidel, à direita. Em direção ao Bairro Ano Bom, o visitante percorre a Rua Ano Bom até chegar ao portal de entrada do Parque Natural Braço Esquerdo
• Ingresso: R$ 5
• Horários: Sexta-feira até as 17 horas. Domingo até as 18 horas
• Mais informações:
(47) 9148-0956 ou 9222-2444

Cachoeira Braço Esquerdo
• Horários: Do dia 26/12 até o Carnaval 2015, das 8h às 18h
Mais informações:
(47) 9974-7874