Domínio de vocabulário

23 de setembro de 2016
Compartilhe:

Ler muito é garantia de um amplo vocabulário? A resposta é “não”. Mas por quê? A leitura pode ser atenta ou desatenta e, mais importante que isso, o leitor pode (ou não) incorporar a palavra ao seu “vocabulário mental”. Além desse, há outro ponto crucial: é preciso usar a nova palavra para torná-la parte de seu […]

Dúvidas

16 de setembro de 2016
Compartilhe:

1. Tráfego ou tráfico Estas duas palavras existem na língua portuguesa e estão corretas. Porém, os seus significados são diferentes e devem ser usadas em situações diferentes. A palavra tráfego se refere ao movimento de veículos, ao trânsito. A palavra tráfico se refere ao comércio e ao negócio clandestino. Exemplos  Tráfego Há engarrafamento devido ao intenso tráfego. O […]

Dúvidas

9 de setembro de 2016
Compartilhe:

1. Atenuante é palavra masculina ou feminina? É palavra feminina: uma atenuante, a atenuante. Vejamos a frase: “A atenuante, no caso de doping, foi o fato de a substância ser reconhecida há pouco tempo pelo Conselho.” 2. Baiuca ou baiúca? De acordo com as novas regras ortográficas, os hiatos precedidos de ditongo decrescente não fazem […]

Dúvidas corriqueiras

2 de setembro de 2016
Compartilhe:

1. “Estava paralizado de medo” – errado O “s” entre duas vogais nos substantivos também está presente no verbo. O correto é: Estava paralisado de medo. (de paralisia) Outros exemplos: Vamos analisar os resultados. (de análise) Carro com catalisador polui menos. (de catálise) A moda agora é alisar os cabelos. (de liso) 2. “Relacione todas as excessões” – […]

Os dez erros mais comuns na Língua Portuguesa

19 de agosto de 2016
Compartilhe:

1. Houveram problemas.  “Houve” problemas. Haver, no sentido de existir, é sempre impessoal, portanto permanece no singular. 2. Se ele dispor de tempo.  Neste caso, o certo é “dispuser”. O verbo “dispor” é conjugado como o verbo pôr. Assim, devemos dizer quando ele puser e quando ele dispuser. Quando ele dispor está errado. Muitos falantes fazem […]

Parônimos e Homônimos

12 de agosto de 2016
Compartilhe:

Parônimos  São palavras com escrita e pronúncia parecidas, mas com significado (sentido) diferente. • O homem fez uma bela descrição da mulher. • Use a sua discrição, Paulo. Exemplos: • Amoral – nem contrário e nem conforme a moral • Imoral – contrário à moral • Arrear – pôr arreios • Arriar – colocar no chão • Comprimento […]

Dúvidas de Português

5 de agosto de 2016
Compartilhe:

As palavras nacionalidade e naturalidade existem na Língua Portuguesa e estão corretas. Muito utilizadas em impressos oficiais, formulários, curriculum vitae, documentos de identificação, fichas de inscrição,… estas duas palavras possuem significados distintos, mesmo que próximos. A naturalidade indica a cidade, o município, o estado de nascimento de uma pessoa. A nacionalidade indica o país de nascimento de uma pessoa ou o país onde […]

Dúvidas de Português

29 de julho de 2016
Compartilhe:

Cortesia ou cortezia: A forma correta de escrita da palavra é cortesia, com s. A palavra cortezia, com z, está errada. O substantivo feminino cortesia indica a característica de quem é cortês, educado, gentil. Pode se referir também a uma saudação respeitosa ou a um presente oferecido como demonstração de agrado. Exemplos com cortesia: • A cortesia dos […]

Dúvidas mais comuns

15 de julho de 2016
Compartilhe:

Os nove erros mais comuns de português:

9 de julho de 2016
Compartilhe:

1 “Media” / “Medeia” Errado: Ele sempre media os debates. Certo: Ele sempre medeia os debates. Por quê? Há quatro verbos irregulares com final “iar “ : mediar, ansiar, incendiar e odiar. Todos se conjugam como “odiar”: medeio, anseio, incendeio e odeio. 2 “Através” / “por meio” Errado: Os senadores sugerem que, através de lei complementar, os convênios sejam […]

Dicas

2 de julho de 2016
Compartilhe:

“Ao encontro de” ou “De encontro a”? 1 – “Ao encontro de” significa “ser favorável a”, “aproximar-se de”. Por exemplo: A opinião dos estudantes ia ao encontro das nossas. Logo que a vi fui ao seu encontro para recepcioná-la. Ele foi ao encontro dos amigos. 2 – “De encontro a” indica oposição, colisão: Não concordo […]

Dúvidas frequentes

27 de junho de 2016
Compartilhe:

Esta é uma dúvida de português comum. Existe “de menor” e “de maior”? Na norma culta, quando nos referimos à maioridade de uma pessoa, dizemos: Ele é maior de idade. / Ele é menor de idade. Ele é maior. / Ele é menor. Não há razão para dizer “ele é de maior”, pois não se diz “ele […]

Escrevo números por extenso ou não?

18 de junho de 2016
Compartilhe:

A maioria das pessoas acha que os números de um texto formal sempre devem ser escritos por extenso. Na realidade, existem algumas diretrizes que determinam se há necessidade de se escrever o número por extenso ou se é possível escrever o algarismo. Seguem, como material de consulta, as principais diretrizes de uso dos números em […]

Dúvidas da Língua Portuguesa

11 de junho de 2016
Compartilhe:

Com certeza ou concerteza? Eis o tipo de dúvida que deixa qualquer professor ou professora de Língua Portuguesa com o coração partido… Por mais estranha que ela possa parecer, infelizmente, é corriqueira, basta dar uma olhadinha nas publicações compartilhadas nas redes sociais. Mas vamos lá, deixemos de conversa porque a partir de agora você nunca […]

Demais ou De Mais

30 de abril de 2016
Compartilhe:

Demais é, na maior parte das vezes, advérbio de intensidade, mas também pode ser substantivo ou adjetivo. De mais também existe. É uma expressão que tem o sentido equivalente a “de menos”. E ademais, existe ou não? Demais 1. A palavra demais é empregada como advérbio de intensidade com o sentido de muito. Exemplos: • […]

Em quais situações deve-se usar a palavra “bastante” no plural?

16 de abril de 2016
Compartilhe:

A palavra “bastante” pode funcionar como adjetivo ou advérbio. Quando adjetivo, admite flexão de número e concorda com o nome a que se refere. Nesse caso, pode ser substituída por muitos(as) ou por suficientes. Quando advérbio, o termo não deve ser flexionado. Como dica prática, nesse caso, ele pode ser substituído por muito (singular). • […]

Como surgiram os diferentes sotaques do Brasil?

12 de março de 2016
Compartilhe:

As origens dos sotaques brasileiros estão na colonização do país feita por vários povos em diferentes momentos históricos. O português, como se sabe, imperou sobre os outros idiomas que chegaram por aqui, mas sofreu influências do holandês, do espanhol, do alemão, do italiano, entre outros. Além disso, havia diferença no idioma português falado entre os […]

Qual a diferença entre poema, poesia e soneto?

5 de março de 2016
Compartilhe:

No sentido etimológico, poesia vem do grego poiesis, que pode ser traduzido como a atividade de produção artística ou a de criar ou fazer. Com base nisso, a poesia pode não estar só no poema, mas também em paisagens e objetos. Trata-se, enfim, de uma definição mais ampla, que abrange outras formas de expressão, além […]

É possível calcular quantas palavras surgem por dia?

27 de fevereiro de 2016
Compartilhe:

Segundo o Global Language Monitor, entidade americana que congrega estudiosos da língua, em 10 de junho de 2009, a língua inglesa deveria atingir a marca de um milhão de palavras. Não é possível saber qual será a milionésima palavra ou se ela realmente vai surgir na data exata, mas, segundo o site da entidade, a […]

Como surgiram os nomes dos dias da semana?

20 de fevereiro de 2016
Compartilhe:

Na língua portuguesa, a origem dos nomes dos dias da semana vem da Idade Média. O domingo, derivado do latim “dies Dominica”, dia do Senhor, é considerado o último da semana para os cristãos. Ou seja, o sétimo, quando Deus descansou da criação do mundo. Era no dia da missa que havia maior aglomeração de […]

Variações linguísticas

13 de fevereiro de 2016
Compartilhe:

A linguagem é a característica que nos difere dos demais seres, permitindo-nos a oportunidade de expressar sentimentos, revelar conhecimentos, expor nossa opinião frente aos assuntos relacionados ao nosso cotidiano, e, sobretudo, promovendo nossa inserção ao convívio social. E dentre os fatores que a ela se relacionam destacam-se os níveis da fala, que são basicamente dois: […]

Pegadinhas em Língua Portuguesa

20 de dezembro de 2015
Compartilhe:

O que há de errado nas frases? 1- Confesso que me simpatizei com ela. O verbo simpatizar, como também seu antônimo antipatizar não são empregados com pronomes. Portanto, escreve-se correto, grafando-se assim: – Confesso que simpatizei com ela. 2- Não fiz o dever de matemática. Para muitas pessoas, há uma confusão muito grande, envolvendo os […]

Pegadinhas em Língua Portuguesa

5 de dezembro de 2015
Compartilhe:

O que há de errado nas frases? 1- Gostaria de colocar minha opinião. Opiniões não se colocam, se expõem, ou se dão. Há também quem gosta de, ao final de um discurso, fazer uma colocação em vez de fazer uma exposição, que é muito mais coerente e elegante. O correto seria escrever: – Gostaria de […]

6 dicas para escrever melhor

14 de novembro de 2015
Compartilhe:

O terror de muitos estudantes é a redação dos vestibulares. Muitas vezes até as questões objetivas assustam pelo simples fato de não se sentirem seguros na hora de escrever. Mas, para isso, existem dicas que podem acabar com esse medo e fazer dos seus textos um sucesso. Confira: 1. Leia muito: Pode parecer clichê, mas […]